Compra da MAP é aprovada pelo CADE

Guilherme Dotto

Em comunicado, divulgado na manhã desta segunda-feira (03), a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), aprovou sem restrições no dia 30 de dezembro de 2021 a compra da MAP Transportes Aéreas, companhia aérea brasileira sediada em Manaus, pela GOL.

Nos termos da legislação aplicável, a decisão de aprovação se tornará definitiva no prazo de 15 dias corridos a partir de sua publicação, não havendo recurso de terceiros ou avocação pelo Tribunal do CADE.

Continua após a publicidade

GOL anuncia a compra da MAP

No dia 08 de junho de 2021, a GOL Linhas Aéreas anunciou a aquisição da MAP Transportes Aéreos, empresa aérea regional com sede em Manaus (AM).

“Esta aquisição é um passo importante da nossa estratégia de expansão de malha e capacidade, à medida em que buscamos revitalizar a demanda por viagens aéreas de lazer e a negócios. Assim, a companhia está investindo ainda mais no mercado de transporte aéreo regional com destaque para a região Amazônica, apoiando o desenvolvimento econômico local e fortalecendo as nossas operações no Aeroporto de Congonhas.”

disse Paulo Kakinoff, CEO da GOL.

A compra, avaliada em R$28 milhões em dinheiro e ações, é composta por 100.000 ações GOLL4 a R$28 por ação e R$25 milhões em dinheiro a serem pagos em 24 parcelas mensais. Além disso, a GOL assume até R$100 milhões de compromissos financeiros da MAP.

A efetivação dessa transação reforça o posicionamento de liderança da GOL em duas das suas principais bases, com crescimento em Congonhas de aproximadamente 10%, por meio da adição de 26 voos diários. Assim, a companhia poderá atender novos destinos, conectando a maior cidade da América do Sul com mercados domésticos historicamente sub-ofertados.

Quais serão as vantagens para a GOL?

De acordo com a GOL, existem três principais benefícios na aquisição da MAP. A primeira diz respeito à malha aérea, com a GOL podendo oferecer novos destinos e rotas complementares à sua malha atual no Aeroporto de Congonhas. “Nós acreditamos que a malha da GOL é a opção mais atrativa para os Clientes, tanto a negócios como a lazer, em termos de custo, atendimento e frequência de voos”, disse Edu Bernardes, Diretor Vice-Presidente de Vendas e Marketing.

Por fim, a companhia destaca que oferecerá maior eficiência com essas novas operações em Congonhas. Esses menores custos permitirão que a GOL pratique tarifas mais competitivas em relação a qualquer concorrente no Brasil, que tipicamente servem esses mercados com aeronaves menores e menos eficientes, provendo benefícios de escala decorrentes das operações da GOL.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário