Flybondi planeja dobrar sua frota e aumentar número de passageiros transportados

Guilherme Dotto

Na última terça-feira (14), a Flybondi, primeira companhia aérea low cost do país, anunciou seu plano de crescimento que terá como objetivo duplicar o número de passageiros, através do aumento da sua oferta e da sua frota. Além disso, agregará novos destinos nacionais e internacionais e ampliará o número de frequências de sua rede atual.

Com a chegada do quinto bimotor em janeiro do próximo ano, a empresa dobrará sua frota de aeronaves nos meses restantes do primeiro semestre de 2022, de forma que em julho passará a ser composta por 10 aeronaves Boeing 737-800NG com capacidade para transportar até 189 passageiros.

Continua após a publicidade

Com este avanço, será possível aumentar a oferta de voos com tarifas econômicas e proporcionar maior conectividade tanto na Argentina como na Região. Atualmente, a companhia voa para 14 destinos nacionais que já planeja expandir e oferece voos internacionais para o Brasil e Uruguai, por isso buscará chegar a mais países da região.

Com a implementação do plano, a Flybondi terá um papel fundamental na recuperação da economia nacional. Por um lado, vai gerar mais de 400 empregos diretos, que serão distribuídos por todo o país e que devem ser preenchidos nos primeiros meses do próximo ano.

“Depois da recuperação alcançada em 2021, anunciamos um plano de crescimento para os próximos dois anos que será histórico para a Flybondi e com um enorme impacto positivo para o país. Queremos dobrar o número de passageiros que voam conosco hoje e para isso vamos adicionar o dobro do número de aviões à nossa frota nos próximos seis meses, além de novos destinos internacionais e nacionais e mais frequências.”

disse Mauricio Sana, CEO da Flybondi.

Por outro lado, terá um impacto positivo no curto e médio prazo para a recuperação da cadeia de valor do setor aéreo, tão atingida pela pandemia. Além disso, irá oferecer a geração de oportunidades de longo prazo para o desenvolvimento de pequenas e médias empresas e o desenvolvimento de empresários em todos os serviços oferecidos no setor.

A estimativa da empresa indica que a execução deste plano de crescimento para os próximos dois anos irá gerar um aporte de mais de 420 milhões de dólares às atividades econômicas e produtivas do país, significando um grande compromisso da companhia e seus investidores com a Argentina e o compromisso de desenvolver um negócio de forma sustentável e a longo prazo.

“Esse plano nos permitirá contratar 450 pessoas que serão novos empregos no setor. Estamos convictos, como no primeiro dia, do nosso propósito: que todas as pessoas tenham liberdade de voar, com as melhores tarifas do mercado e um serviço de excelência.”

completou Sana.
Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário