Primeiro Airbus A319 da Itapemirim chega ao Brasil

Guilherme Dotto
Foto: Autor desconhecido

Conforme anunciado pelo Contato Radar no mês de outubro, a Itapemirim Transportes Aéreos, recém chegada no mercado, iniciou o recebimento de suas aeronaves Airbus A319, que também irão somar a sua frota, composta atualmente por 6 bimotores Airbus A320.

Na noite de ontem, 08, o primeiro A319 da companhia, sendo a sétima aeronave de sua frota, chegou ao Brasil, mais especificamente no Aeroporto Internacional do Galeão (GIG), no Rio de Janeiro, após cumprir o longo trajeto, que durou mais de 10 horas, partindo da Europa.

Continua após a publicidade

O bimotor decolou pela manhã de Beja (BYJ), Portugal, e faz uma escala técnica em Espargos (SID), Cabo Verde, onde pousou às 17:22. Após aproximadamente 01:10 em solo, o jato decolou rumo ao Galeão, pousando às 23:17, concluindo a longa rota em aproximadamente 06:40.

O Airbus A319, que no Brasil voará com a matrícula PS-SIL, possui 8 saídas de emergência, sendo 4 sobre as asas, configuração similar aos Airbus A320 e diferente dos outros Airbus A319 em operação no país, que possuem 6 saídas de emergência.

Foto: ITA Transportes Aéreos

A matrícula escolhida pela empresa, PS-SIL, homenageia a conselheira do Grupo Itapemirim, Silvana Piva.

“A chegada de mais uma aeronave é fundamental para os planos de crescimento da ITA. Com ela, vamos poder consolidar os mercados que já atendemos, aumentando frequências e destinos operados.”

afirma Silvana.

Depois do processo de nacionalização, a aeronave receberá a a identidade visual da empresa, composta pelo tradicional “amarelo Itapemirim” e passará pelo processo de customização interna.

Igual aos A320 de sua frota, os Airbus A319 terão o número de assentos reduzido, com configuração interna para transportar até 124 passageiros, sendo 42 assentos na classe ITA. O espaço entre as poltronas variará entre 76 cm e 84 cm, o que garante o selo A de conforto da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Matriculado como 9H-XFW enquanto era operado pela HiFly Malta, companhia aérea maltesa de voos charter, o jato de 13 anos de idade e número de série 3689 operava com configuração interna capaz de transportar até 150 passageiros, o que resultou em mudanças em sua fuselagem, possibilitando operações com alta densidade.

A companhia receberá também mais dois A319, sendo um também com configuração de alta densidade e outro com versão reduzida de assentos.

Atualmente, a empresa opera voos regulares para 13 destinos nacionais, e a partir de 16 de novembro, a inicia suas operações no aeroporto de Congonhas. Saiba mais clicando abaixo:

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário