Avião Solidário transporta gratuitamente aves ameaçadas de extinção

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)

Na última terça-feira (5), a LATAM Brasil realizou mais um transporte especial de quatro aves de espécies ameaçadas de extinção, sendo dois exemplares de araras da família Psittacidae e dois Trinca-ferro (Saltator Similis) por meio do programa Avião Solidário.

Os animais foram resgatados e cuidados no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama do Ceará e foram transportados de Fortaleza para Porto Seguro, cidade na Bahia, onde serão cuidados e preparados antes de retornar à natureza. 

Continua após a publicidade

As araras estavam em reabilitação no Cetas cearense há dois anos e os Trinca-ferro há um mês, aproximadamente. Ao chegarem à Bahia, seguirão por mais um período no Cetas de Porto Seguro, para depois serem soltas em áreas de proteção ambiental cadastradas.

A solicitação para o transporte das aves partiu do Ibama e a LATAM atendeu prontamente, baseada em um dos pilares da sua agenda de sustentabilidade, o pilar de Valor Compartilhado. Nesse modo, a empresa coloca o avião à disposição para encurtar distâncias e permitir a movimentação de pessoas, animais e cargas gratuitamente em emergências de saúde, preservação ambiental e desastres naturais. 

Além de aves, no ano de 2021, a LATAM Cargo já transportou gratuitamente e com segurança macacos e onças para diversas regiões do Brasil.

O programa Avião Solidário existe há 10 anos em benefício da América do Sul e já contribuiu para a preservação no Brasil de mais de 4.500 animais, principalmente de espécies ameaçadas de extinção.

Para este tipo de transporte, a LATAM Cargo utiliza toda a sua experiência logística e a malha aérea da própria LATAM Brasil. O animal é transportado com todo cuidado e segurança, acomodado em parte do porão de cargas da aeronave, que fica exclusivamente reservado para a operação. O objetivo é assegurar ao animal o máximo conforto possível e reduzir o seu estresse durante a viagem.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário