USAF participa da EXCON Tápio 2021

Texto e fotos por Marcos Junglas

Em sua quinta edição, a EXCON Tápio 2021 tornou-se a primeira edição do Exercício a ter a participação de aeronaves de outro país. Com uma delegação composta por cerca de 80 militares e dois helicópteros Sikorsky HH-60G Pave Hawk, a Força Aérea Americana – USAF marcou presença no Exercício Conjunto entre os dias 21 e 29 de agosto.

Continua após a publicidade

Duas aeronaves cargueiras C-17A Globemaster III pertencentes ao 137th Airlift Squadron da Guarda Nacional de Nova Iorque (New York Air National Guard) foram responsáveis por trazer os helicópteros, material de apoio e militares a Base Aérea de Campo Grande. Essa foi a primeira vez que aeronaves desse modelo operaram no aeródromo. Após o desembarque de todo material, ambas aeronaves decolaram rumo aos EUA retornando na manhã do dia 29 de agosto.

Na manhã do dia 23 deaAgosto, os dois helicópteros HH-60G Pave Hawk seriais S/N 27065 e 26970 pertencentes ao 101st Rescue Squadron com sede em Westhampton Beach, Nova Iorque, decolavam para realizar as primeiras missões de reconhecimento de área tendo a bordo militares brasileiros. Ao longo do dia, militares americanos e ambos helicópteros ainda participariam de missões C-SAR juntamente com militares brasileiros do Esquadrão Pelicano.

A vinda dos HH-60G Pave Hawk para a EXCON Tápio muito tem a ver com sua capacidade operacional em missões do tipo Busca e Salvamento em Combate (C-SAR) diurnas e noturnas. A aeronave é equipada com uma gama de sistemas como por exemplo sonda revo, sistema de óculos para visão noturna (Night Vision Goggles – NVG), torrenta FLIR e radar destinado exclusivamente para busca.

Ao longo de uma semana, os helicópteros da USAF realizaram mais de dez missões do tipo C-SAR, apoio aéreo, evacuação aeromédica entre outras. Outra parte dos militares americanos que se encontravam na EXCON Tápio 2021 realizaram ações de paraquedismo em conjunto com militares da Aeronáutica, Marinha e Exército.

Durante o Media Day realizado no dia 26 de agosto pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica – CECOMSAER, em conversa informal com um dos militares americanos, o mesmo disse estar muito satisfeito com a participação americana no exercício e, ressaltou que o intercâmbio entre as forças reforça o elo existente entre os países. O militar ainda enalteceu a capacidade operacional atual da Força Aérea Brasileira e de seus militares ao longo das missões conjuntas.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário