Recife-Fernando de Noronha é a primeira rota carbono neutro do Brasil

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)
Foto: GOL Linhas Aéreas

Na tarde da última quarta-feira ,1º, a GOL Linhas Aéreas deu um grande passo na preservação do espaço aéreo onde atua, do meio ambiente e da vida na Terra, realizando a primeira operação carbono neutro do Brasil, em um voo que partiu de Recife às 13h40 e pousou no arquipélago de Fernando de Noronha às 15h55.

Desde então, todos os voos da GOL de ida e volta para Noronha, a partir de Recife, possuem emissão neutra de carbono. Esta é uma iniciativa totalmente conectada com as práticas ambientais vigentes em Fernando de Noronha e arquitetadas com competência e entusiasmo pelo Governo do Estado de Pernambuco e pela administração da ilha.

Continua após a publicidade

A campanha #MeuVooCompensa, liderada pela GOL Linhas Aéreas, reforça o propósito da companhia de se tornar uma referência em aviação sustentável no País.

Em uma nova ação no Brasil, a GOL e a MOSS, uma das maiores plataformas ambientais de créditos de carbono do mundo, se uniram e criaram uma nova parceria.

A MOSS doa a todos os clientes da companhia e moradores da ilha que voam na rota Recife-Fernando de Noronha-Recife a compensação da pegada carbônica de suas viagens, neutralizando as emissões totais de carbono nos dois trechos. Assim, a pegada carbônica deixada nas duas viagens é automaticamente “apagada”, sem custo extra aos passageiros.

“Vocês são os primeiros clientes do primeiro voo brasileiro carbono neutro. A GOL, em parceria com a MOSS, está compensando todas as emissões de gases de efeito estufa provenientes da operação do nosso voo, transformando a experiência de vocês nessa etapa, seja na ida ou seja na volta, em uma experiência de impacto neutro na mudança climática e nas emissões”.

disse o comandante Pedro Scorza, que é também o assessor de projetos ambientais da GOL, em speech feito a bordo

Durante o voo, água em lata foi distribuída aos passageiros que solicitaram, em um serviço de bordo condizente com a proibição do uso de recipientes plásticos de pequeno tamanho em Noronha, favorecendo a reciclagem de resíduos.

Após o pouso em Fernando de Noronha, todos os passageiros foram presenteados com um certificado “verde” pela compensação individual de carbono já providenciada pela MOSS e GOL. Em papel semente, o certificado germina se depositado em terra úmida, um estímulo ao cuidado com o meio ambiente.

Nesta data especial, estavam presentes Ciro Camargo, gerente para a América do Sul e de Relações Governamentais da GOL, Luis Adaime, fundador e CEO da MOSS, Guilherme Rocha, administrador da ilha de Fernando de Noronha, Antônio Peres Neves Baptista, presidente da Empetur (Empresa de Turismo de Pernambuco) e José Bertotti, secretário do Meio Ambiente de Pernambuco, entre outros representantes do Time de Águias da Companhia.

Os voos G3 1862 e G3 1863 que ligam Noronha e Recife, são operados pelo Boeing 737-700, com capacidade para 138 passageiros. As aeronaves que atendem a essa rota especial da GOL foram pintadas com os dizeres “A 1ª Rota Carbono Neutro do Brasil – Recife-Noronha”, na parte dianteira, e “#MeuVooCompensa”, na posterior.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário