Airbus A220: O avião que conduzirá o futuro sustentável

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)

O modelo “ponto a ponto”, que permite voos diretos entre cidades, sem a necessidade de viajar através de um grande centro de conexões, tem sido bastante consolidado e se tornado uma das mudanças mais notáveis na aviação comercial na América Latina dentre os últimos cinco anos.

Acompanhando o crescimento econômico progressivo dos países, a expansão da classe média e o aumento da demanda por viagens, imigração e o mercado de “visitar conhecidos”, levaram as companhias aéreas tradicionais e de baixo custo a começarem a oferecer cada vez mais voos entre cidades que antes não estavam conectadas, deixando de lado os principais aeroportos e ligando cidades diretamente.

Continua após a publicidade

Como resultado, os voos na região estão cada vez mais conectando cidades secundárias sem passar pelas capitais: por exemplo, as rotas Antofagasta-Cali ou Antofagasta-Lima, que não são necessariamente as rotas mais viajadas. Para que esta mudança venha a crescer cada vez mais, as empresas aéreas precisarão investir em aeronaves mais eficientes no consumo de combustível que possam oferecer capacidade de acordo com a demanda.

A família A220 da Airbus oferece as vantagens da economia com capacidade flexível, especialmente para os segmentos de 100 a 150 assentos, preenchendo efetivamente o vazio entre aeronaves maiores de corredor único e aeronaves regionais.

Equipado com dois motores turbofan Pratt & Whitney PurePower PW1500G, projetados especificamente para o A220, a aeronave conta também com recursos digitais de última geração, e é também a aeronave mais silenciosa e ecológica de sua classe, com consumo de combustível 25% menor por assento do que a geração anterior, com apenas 50% de ruído e uma redução considerável nas emissões (50% menos emissões de óxido de nitrogênio do que as aeronaves da geração precedente).

Desde junho de 2021, 25 clientes na África, Ásia, Europa e América do Norte já fizeram pedidos para 649 aeronaves da Família A220.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário