GOL estima encerrar 2021 com 28 aeronaves 737 MAX, ampliando para 44 jatos até 2022

Gabriel Benevides

Visando acelerar a sua frota do Boeing 737 NG pelo MAX, a GOL acaba de anunciar um acordo para a aquisição de 28 aeronaves adicionais do 737 MAX 8, gerando uma redução de 8% nos custos unitários da empresa aérea em 2022.

Conforme a estratégia da GOL, as 28 unidades do 737 MAX 8 substituirão 23 aeronaves 737-800 NG até o final de 2022. Atualmente, a companhia possui em sua frota 12 aeronaves 737 MAX e devolveu 18 jatos da família 737 NG nos últimos 18 meses. A decisão afeta diretamente na devolução dos 737 NG restantes.

Continua após a publicidade

Sendo assim, a GOL encerrará o ano de 2021 com 28 aeronaves 737 MAX, e até o final de 2022, deverá contar com 44 jatos 737 MAX (32% da frota total), dando continuidade do seu planejamento de possuir uma frota 75% composta por modelos MAX até 2030.

Até o momento, a GOL possui 127 aeronaves Boeing 737 e, os 12 MAX na frota atual são financiados via arrendamentos operacionais diretos. As aeronaves adicionais serão financiadas via 15 arrendamentos operacionais diretos, nove sale-leasebacks e quatro arrendamentos financeiros.

Segue abaixo o plano revisado de frota da GOL:

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário