Descubra algumas curiosidades e detalhes no processo de entrega do A320neo na Azul

Gabriel Benevides
Até o momento, a Azul possui 18 unidades do A320neo com Wi-fi e instalação completa do sistema de entretenimento a bordo

Nesta quinta-feira (8), a Azul realizou uma live em seu perfil nas suas redes sociais para dar mais detalhes sobre a escolha de suas aeronaves, mais precisamente sobre a frota de aeronaves A320neo, que conta atualmente com 45 unidades do modelo. 

Durante a Live, Fernando Kehl, Gerente de Frotas da Airbus, explicou a escolha da aeronave ocorreu durante a expansão de novos mercados em 2013, onde a Azul realizou estudos estratégicos com a Boeing e a Airbus, tendo o fabricante europeu como escolhido por conta do lançamento do A320neo com motores mais eficientes e de última geração, fechando contrato de aquisição no mesmo ano, com o recebimento da primeira unidade em 2016.  

Continua após a publicidade

Após passar 2 anos em Toulouse até o início da pandemia do coronavírus, Kehl acompanhou de perto cada etapa de fabricação dos novos A320neo, como as seções de fuselagem, asas das aeronaves, acabamento interno e externo, além da pintura, garantindo que as novas aeronaves não viessem ao Brasil com algum defeito, já que o processo de fabricação de um avião leva em média 3 meses, período que consiste entre a montagem inicial até o voo de entrega. 

O Gerente também aproveitou para detalhar que há uma complexa cadeia logística a ser acompanhada durante a fabricação da aeronave, indo desde a escolha dos assentos, fornecedores de entretenimento de bordo, dentre outros trâmites, onde a Azul precisa entregar os seus projetos dos fornecedores escolhidos em um prazo estipulado antes da conclusão da fabricação A320neo, caso contrário, o avião sai de fábrica sem o padrão de cabine da companhia.

Entretanto, ao contrário do que muitos imaginam, o sistema de entretenimento de bordo e conexão Wi-fi presente em algumas aeronaves A320neo são instalados no seu hangar de manutenção em Campinas-SP, sendo que há um grande desejo da Azul que estes sistemas sejam instalados diretamente na fábrica de Toulouse, para disponibilizar imediatamente as novas aeronaves na malha da empresa aérea.  

“Para garantir que tenha o nosso sistema de entretenimento da nossa escolha, a Azul leva a aeronave para o Hangar em Campinas, e realizamos a instalação da antena para o entretenimento de bordo”, afirmou Fernando Kehl.

A pintura também é um caso complexo, onde a Airbus busca realizar o processo de forma ágil para não comprometer o cronograma de entrega, levando normalmente o prazo de duas semanas para a sua conclusão. 

A logo da Azul teve de passar por uma reformulação de cores para agilizar o processo de pintura em Toulouse

Um fato curioso é sobre o símbolo da companhia aérea estampado na fuselagem da aeronave, onde originalmente cada um dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal eram representados com uma cor exclusiva, mas quando o projeto do desenho chegou na Airbus, o fabricante alegou que o trabalho de pintura seria complexo e levaria 2 meses para a sua conclusão, o que fez com que a logo passasse a ter somente 10 cores para ser entregue no tempo estipulado.

Quando questionado sobre a presença variada de aeronaves na frota da Azul, Kehl explicou que ter somente uma categoria de aeronave na frota pode ser uma armadilha, o fato de ter uma frota com todos os  tamanhos possíveis, tornou-se vantajoso para a Azul, onde a companhia colocou soube colocar aeronaves certas, nos momentos certos, para enfrentar a crise da pandemia.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta