GOL anuncia aquisição da MAP Transportes Aéreos

A GOL informou nesta terça-feira (8) a aquisição da MAP Transportes Aéreos, empresa aérea regional com sede em Manaus (AM). Paulo Kakinoff, CEO da GOL, vê nessa transação a única oportunidade viável de consolidação racional no mercado de aviação do país.

“Esta aquisição é um passo importante da nossa estratégia de expansão de malha e capacidade, à medida em que buscamos revitalizar a demanda por viagens aéreas de lazer e a negócios. Assim, a companhia está investindo ainda mais no mercado de transporte aéreo regional com destaque para a região Amazônica, apoiando o desenvolvimento econômico local e fortalecendo as nossas operações no Aeroporto de Congonhas”, disse o executivo.

Continua após a publicidade

A compra, avaliada em R$28 milhões em dinheiro e ações, será finalizada após o cumprimento de todas as condições precedentes, composto por 100.000 ações GOLL4 a R$28 por ação e R$25 milhões em dinheiro a serem pagos em 24 parcelas mensais. Além disso, a GOL assumirá até R$100 milhões de compromissos financeiros da MAP.

A efetivação dessa transação reforçará o posicionamento de liderança da GOL em duas das suas principais bases, com crescimento em Congonhas de aproximadamente 10%, por meio da adição de 26 voos diários. Assim, a companhia poderá atender novos destinos, conectando a maior cidade da América do Sul com mercados domésticos historicamente sub-ofertados.

Vale ressaltar que a conclusão da transação está condicionada a determinadas condições precedentes, incluindo aprovações e confirmações pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Quais serão as vantagens para a GOL?

De acordo com a GOL, existem três principais benefícios na aquisição da MAP. A primeira diz respeito à malha aérea, com a GOL podendo oferecer novos destinos e rotas complementares à sua malha atual no Aeroporto de Congonhas. “Nós acreditamos que a malha da GOL é a opção mais atrativa para os Clientes, tanto a negócios como a lazer, em termos de custo, atendimento e frequência de voos”, disse Edu Bernardes, Diretor Vice-Presidente de Vendas e Marketing.

O segundo ponto destacado pela GOL será na disponibilização de oferta de assentos por voo substancialmente maior que a atualmente disponível pela MAP. Os sete ATR da companhia amazonense serão substituídos por aeronaves maiores e mais eficientes, dando continuidade à estratégia regional da GOL, que hoje opera com 23 Boeing 737-700 – um modelo que pode ser substituído por outro tipo de aeronave ainda mais eficiente no futuro.

Por fim, a companhia destaca que oferecerá maior eficiência com essas novas operações em Congonhas. Esses menores custos permitirão que a GOL pratique tarifas mais competitivas em relação a qualquer concorrente no Brasil, que tipicamente servem esses mercados com aeronaves menores e menos eficientes, provendo benefícios de escala decorrentes das operações da GOL.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário