23 anos de história: Lufthansa vende seus últimos jatos MD-11F

Contando atualmente com apenas duas aeronaves do modelo em serviço ativo, a divisão cargueira da principal companhia de bandeira alemã em breve deixará de operar com esses icônicos trijatos. Durante mais de 20, os MD-11 da Lufthansa Cargo foram responsáveis pelas ligações entre o Brasil e a Alemanha, onde deixou de operar ao final do ano de 2020.

Recentemente, a empresa anunciou que encontrou comprador para seus jatos restantes. O novo lar dos últimos três MD-11F será na Western Global Airlines, companhia estadunidense que possui a terceira maior frota do modelo, com 14 unidades ativas. Felizmente, não será o fim da linha para esses belos aviões.

Continua após a publicidade

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Os clássicos trijatos tinham aposentadoria prevista para o ano de 2025, porém, deverão se despedir da frota da aérea alemã ainda neste ano, onde serão substituídos pelos Boeings 777F. O maior custo operacional e a menor capacidade de transporte estão entre os fatores que provocaram a antecipação da aposentadoria.

Com maior capacidade de transporte, o Boeing 777F transporta 103 toneladas, contra 93 do MD-11F, possui maior autonomia e consome menos combustível. Atualmente, a frota da Lufthansa Cargo se resume em duas aeronaves MD-11F e nove jatos Boeing 777F.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta