LATAM Brasil projeta recuperação e decide encerrar codeshare com a Azul

Para acompanhar a retomada econômica do Brasil, a LATAM expressou através de um comunicado emitido nesta segunda-feira (24) projeções otimistas para o decorrer do ano.

De acordo com a companhia, a procura por viagens aéreas cresce gradualmente à medida em que a vacinação avança pelo Brasil, resultando na recuperação da sua malha aérea no mercado interno com projeção de operar em torno de 90% até dezembro de 2021.

Continua após a publicidade

Com isso, a LATAM prevê a contratação de 750 pilotos e comissários até o final do ano, além da chegada de sete aeronaves Airbus A320 para reforçar a malha doméstica.

“Já estamos operando todos os destinos que operávamos pré-pandemia a partir de Guarulhos e estamos voltando com algumas rotas a partir de Congonhas. Adicionalmente, temos programado novos destinos que lançaremos em breve. Em maio, iremos operar 250 voos diários e para julho programamos operar em torno de 400 voos diários”, afirma Jerome Cadier, CEO da LATAM Brasil.

Outro ponto destacado pelo executivo é o fim do codeshare com a Azul, que será encerrado no dia 22 de agosto de 2021. “Este acordo de codeshare foi uma alternativa identificada pelas duas empresas para enfrentar a queda de vendas e redução de malha aérea durante o auge da pandemia. Com a perspectiva de melhoria, não há mais sentido. Além disso, tanto a expansão quanto o volume de passageiros que se beneficiam deste acordo ficaram aquém das expectativas iniciais da LATAM durante o ano de 2021″, disse Cadier.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário