Azul divulga resultados do primeiro trimestre de 2021

Na manhã desta quinta-feira (6), a Azul informou os destaques financeiros e operacionais referentes ao primeiro trimestre deste ano (1T21).

No primeiro trimestre, o EBITDA¹ ajustado totalizou R$129,7 milhões, com uma margem de 7,1%. Este é o segundo trimestre consecutivo de EBITDA positivo.

Continua após a publicidade

Já o ASK (assento por quilômetro disponível) doméstico aumentou 8,9% comparado ao 1T19 e 15,7% comparado ao 4T20. Segundo a companhia, a conectividade da malha, combinada com a flexibilidade da frota e forte demanda nos mercados atendidos permitiu uma recuperação acima de 100% da capacidade doméstica comparada ao mesmo período de 2019.

Outro ponto destacado pela Azul foi o aumento de 2,4% da receita operacional, que totalizou R$1,8 bilhão. Já as despesas operacionais reduziram 22,4% ou R$589,2 milhões, devido a redução da capacidade e iniciativas de redução de custos implementadas desde o ano passado.

Com o crescimento da demanda no mercado de carga no país e no mundo, a Azul Cargo registrou um crescimento de 62,8% na receita líquida comparado ao mesmo período no ano passado. O CASK (custo assentos-quilômetro oferecidos) no 1T21 atingiu 28,5 centavos, significando uma redução de 4,7% em comparação ao último trimestre.

Para finalizar, a liquidez imediata, incluindo caixa e equivalentes de caixa, investimentos de curto prazo e recebíveis, foi de R$3,3 bilhões no trimestre. Já a liquidez total, incluindo investimentos de longo prazo e recebíveis, reserva de manutenção e depósitos permaneceu em R$6,3 bilhões, um aumento de 10,9% comparado com o 1T20.

¹EBITDA: Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário