Delta cancela quase 100 voos em um dia por falta de tripulantes

Ao longo de 2020, a pandemia obrigou as companhias aéreas a reduzirem a quantidade de voos diários e o número de aeronaves operando. Devido à queda na demanda, essas empresas precisaram se readaptar à nova realidade.

Como consequência disso, diversas aeronaves tiveram suas aposentadorias antecipadas pelo alto custo de operação. Ademais, tripulantes de diversas empresas foram demitidos ou afastados temporariamente dos voos, devido à essas reduções.

Continua após a publicidade
Esteja Informado: Clique Aqui e leia mais notícias de Aviação!

Entretanto, com o avanço da vacinação nos Estados Unidos, as companhias aéreas estão registrando uma crescente procura por voos no país. Dessa forma, e com a redução no número de casos, companhias como Delta e United já voltaram a contratar tripulantes.

Essa falta de profissionais ficou evidente no último final de semana de páscoa, onde quase 1 milhão e 600 mil passageiros passaram pelos aeroportos do país. Devido ao grande volume, a Delta precisou cancelar quase 100 voos pela falta de tripulantes.

Além disso, para amenizar a quantidade de passageiros afetados, a Delta antecipou o fim do bloqueio do assento do meio nos voos. A medida, antecipada em cerca de um mês, foi tomada para reduzir o impacto da falta de tripulantes nos voos lotados.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário