LATAM converterá aeronaves de passageiros em cargueiras

Durante os últimos meses, o mercado aéreo sentiu fortemente as consequências da pandemia. Entretanto, de maneira contrária, o setor de carga aérea cresceu bastante e se tornou uma alternativa para os voos de passageiros.

Nesse sentido, ao longo da pandemia, a Latam realizou diversos voos cargueiros de extrema importância utilizando aeronaves de passageiros. Dentre eles, trouxe da China para o Brasil toneladas de suprimentos médicos. Além disso, tem transportado gratuitamente vacinas pelo Brasil através do programa Avião Solidário.

Continua após a publicidade

Seguindo a tendência do mercado ao longo da pandemia, a Latam anunciou hoje (01) a conversão de até oito aeronaves Boeing 767-300 em cargueiros. Dessa forma, ao transformar essas aeronaves de passageiros, a empresa aumenta a sua capacidade de carga em quase 80%.

Esteja Informado: Clique Aqui e leia mais notícias de Aviação!

Ademais, esse processo se dará de maneira gradual e dividido em duas etapas. Na primeira, quatro aeronaves serão convertidas entre 2021 e 2022. Na segunda, entre 2022 e 2023, a Boeing vai converter mais quatro unidades que totalizarão 19 aeronaves cargueiras do modelo na frota.

“Apesar da profunda crise imposta pela pandemia ao setor aéreo, o grupo mantém o seu compromisso de apoiar os exportadores e importadores da América do Sul com mais e melhores opções para levar os seus produtos ao destino. É por isso que temos acelerado o plano de crescimento com a conversão de até 8 Boeing 767-300ER nos próximos 30 meses. Este investimento, somado às eficiências significativas alcançadas no Capítulo 11, fortalece a nossa aspiração de ser a melhor opção para os clientes de carga”, afirma Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines.

Andrés Bianchi, CEO da LATAM Cargo, também destaca as vantagens de uma frota homogênea de Boeing 767-300. “As novas conversões permitirão às filiais do grupo expandirem sua rede em mercados-chave como das exportações de flores da Colômbia ou as importações no Brasil, além de mercados domésticos onde o crescimento do e-commerce gera maiores volumes de carga aérea. Crescer com o 767-300BCF é uma vantagem significativa, pois é a aeronave ideal para diferentes tipos de operação e utilizar o mesmo modelo gera eficiência relevante”.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta