FAB já voou mais de 5.000 horas em missões relacionadas à pandemia

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

Desde o resgate dos 34 brasileiros na China em Março/2020, a Força Aérea Brasileira tem trabalhado incansavelmente para ajudar no combate à pandemia. Dessa forma, e disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana para servir à sociedade, a FAB somou mais de 5.000 horas de voo em missões COVID-19.

Nesse sentido, e envolvendo quase todas as aeronaves de sua frota, ao longo dos últimos 12 meses a FAB voou o equivalente à 210 dias de voos ininterruptos. Ademais, para atender à essa demanda, as Forças Armadas atuaram em coordenação através do Centro de Operações Conjuntas (COC), acionado pelo Ministério da Defesa.

Continua após a publicidade

No quesito carga aérea, a FAB contabiliza um total de quatro mil toneladas de cargas já transportadas. Entre as missões, foram entregues Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medicamentos, respiradores hospitalares, vacinas, usinas de oxigênio e profissionais de saúde.

Esteja Informado: Clique Aqui e leia mais notícias de Aviação!

Além disso, a FAB também foi responsável por transportar pessoas doentes para serem tratadas em outras cidades brasileiras. No total, foram removidos mais de 700 pacientes em aeronaves da Força Aérea.

“A integração com a sociedade foi, é e sempre será um papel importante das Forças Armadas Brasileiras. O ano de 2020 representou o que a Força Aérea pode fazer pela sociedade, em 2021 não será diferente. Trabalhamos 24 horas por dia, 7 dias por semana para levar apoio e ajuda aos que mais necessitavam e ainda necessitam de nossas asas que protegem o país”, destacou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta