Estados Unidos liberam entrada de pilotos brasileiros para treinamento

Desde o fechamento das fronteiras em 2020, a entrada de brasileiros nos Estados Unidos está restrita. Atualmente, apenas são aceitos passageiros que não estiveram no Brasil nos últimos 15 dias, o que implica em uma parada de duas semanas em algum outro país, como o México.

Dessa forma, além da inviabilidade de viagens à turismo, durante esse período um importante setor foi afetado. Os pilotos brasileiros, devido à essa restrição, não puderam viajar aos Estados Unidos para realizar treinamentos periódicos.

Continua após a publicidade
Esteja Informado: Clique Aqui e leia mais notícias de Aviação!

Entretanto, após negociações entre os governos, os Estados Unidos liberaram a entrada dos pilotos que viajarem aos Centros de Treinamento, sem a necessidade de quarentena. Dessa maneira, os pilotos deverão obter uma carta de autorização no Consulado Americano, um procedimento denominado National Interest Exemption (NIE).

Em posse desse documento, a entrada no país será autorizada, facilitando para os pilotos e empresas que dependem desses Centros no exterior. Ao longo dos últimos meses, a ANAC baixou uma portaria flexibilizando algumas regras para revalidação de habilitações de Tipo.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário