Argentina libera voos com o Boeing 737 MAX

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

Após quase dois anos sem realizar voos regulares comerciais, o Boeing 737 MAX gradualmente reconquista a confiança do mundo, sendo recertificado paulatinamente em diversos países. Desde a suspenção em Março/2019, o novo jato da Boeing estava proibido de voar devido aos dois acidentes consecutivos.

Além disso, no fim de Janeiro a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA), equivalente à ANAC no Brasil, liberou o MAX para retornar às operações. Além das agências europeia e brasileira, a FAA (Estados Unidos), a Transport Canada, a CAA (Reino Unido) e algumas agências africanas também já deram luz verde para os voo com a aeronave.

Continua após a publicidade

Dessa forma, a Agência de Aviação Civil Argentina também liberou o retorno dos voos com o MAX. A decisão afeta diretamente a Aerolineas Argentinas, única empresa do país a possuir um modelo do tipo na frota.

Esteja Informado: Clique Aqui e leia mais notícias de Aviação!

A companhia aérea estatal possui quatro Boeing 737 MAX e um pedido firme de mais nove unidades, com previsão de recebimento nos próximos anos. Até o momento, a companhia aérea não anunciou quando retomará os voos regulares com MAX no país.

Entretanto, a decisão permite também que empresas estrangeiras operem o jato na Argentina. Dessa maneira, companhias como GOL e Copa Airlines são potenciais empresas a aproveitarem a nova autorização ao voar com um modelo mais eficiente para o país.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta