Ryanair espera prejuízo de quase um bilhão de euros

Uma das maiores empresas de baixo custo da Europa, a Ryanair, espera um prejuízo de quase um bilhão de euros no período financeiro de 2020/21, que vai até o final de março.

Com isso, não sendo nenhuma novidade, o motivo do resultado negativo está principalmente ligado à pandemia de Civid-19. Após a criseo CEO da companhia, Michael O’Leary, diz que espera converter rapidamente a frota para os jatos Boeing 737 MAX.

Continua após a publicidade

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Apesar do lento início da vacinação em grande parte da Europa, o executivo da empresa admitiu que pelo menos antes do feriado da Páscoa provavelmente não haverá nenhuma recuperação para o setor de voos.

Ademais, a partir do próximo período, o grupo planeja retornar o número de passageiros ao patamar anterior à crise. O número de passageiros anuais deverá crescer para 200 milhões até o ano financeiro de 2026. Além disso, em dezembro o grupo aumentou seus pedidos do Boeing 737 MAX em 135 unidades.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário