Kenya Airways utilizará Boeings 787 para transporte de cargas

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)

Durante o atual momento onde poucos voos de transporte de passageiros estão ocorrendo, a Kenya Airways, com sede na cidade de Nairóbi, também adotou as mudanças necessárias nos dias atuais, entrando para os voos de carga e fretados, intensificados dada a situação pandêmica em todo o mundo.

As operações só serão possíveis pois a companhia obteve a aprovação da Autoridade de Aviação Civil do Quênia (KCAA) para modificar seus Boeing 787 para voos totalmente cargueiros.

Continua após a publicidade

No pico das restrições de viagem, causadas pelo avanço do vírus ao redor do mundo, a Kenya Airways já havia utilizado seus jatos Dreamliner para o transporte de carga, porém sem remover os assentos.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

A aprovação nacional ocorreu semanas após a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) atender também ao pedido da companhia aérea queniana.

“Aprovamos o pedido da Kenya Airways de transformar o Dreamliner em um cargueiro e eles podem usá-lo em todo o mundo para fins de carga”

disse Gilbert Kibe, Diretor Geral da KCAA

A Kenya Airways possui um frota total de 39 aeronaves, sendo 9 Boeings 787-8, 3 Boeings 777-300, 15 aeronaves regionais Embraer 190 e 12 jatos Boeing 737, sendo dois deles cargueiros.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta