Emirados Árabes pode estar próximos de autorizar voos com MAX

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)

A Autoridade de Aviação Civil Geral (GCAA) dos Emirados Árabes Unidos planeja num futuro próximo recertificar o Boeing 737 MAX, após quase dois anos de proibição.

Com a possível retomada das operações do jato, a Flydubai será a mais beneficiada, podendo voltar 11 Boeing 737 MAX 8 e 3 Boeing 737 MAX 9 à sua malha.

Continua após a publicidade

“O comitê técnico da autoridade está atualmente trabalhando na avaliação dos requisitos adicionais mencionados na última versão da diretiva da autoridade emitida pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA).”

disse o diretor-geral da GCAA Saif Al Suwaidi

Com a provável recertificação do MAX em março de 2021, o GCAA realizará modificações de segurança, ajustará procedimentos de treinamento de pilotos e a modernização do sistema MCAS.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Em 2017, durante o Dubai Airshow, a companhia realizou um pedido de 175 aviões, sendo dos modernos MAX 8, MAX 9 e aproximadamente 50 737 MAX 10, tendo ainda o direito de compra de mais 50 aeronaves adicionais.

“A Flydubai continua a trabalhar em estreita colaboração com seu regulador, a Autoridade Geral de Aviação Civil. A aeronave Boeing 737 MAX da Flydubai não retornará ao cronograma operacional até que receba a aprovação regulatória da GCAA” 

disse um porta-voz da Flydubai

Atualmente a Flydubai possui 51 aeronaves em sua frota, sendo 37 Boeing 737-800 e as 14 aeronaves 737 MAX.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário