Lufthansa não voará novamente sua frota de jatos Airbus A340-600

A pandemia sem dúvidas mudou a dinâmica do mercado de maneira abrupta. Companhias aéreas nos quatro cantos do planeta tiveram que se adaptar à nova realidade para garantir sua sobrevivência à longo prazo.

O quadrijato Airbus A340-600 em questão, era parte da frota de longo curso da maior companhia aérea alemã, a Lufthansa. Devido a grande capacidade da aeronave, todas as unidades operantes foram levadas para o armazenamento de longo período em decorrência da pandemia, com a previsão de retorno após cerca de 1,5 anos.

Continua após a publicidade

Apesar disso, as 17 unidades restantes não deverão voltar ao serviço ativo. De acordo com o CEO da Lufthansa, Carsten Spohr. Em entrevista ao Eurocontrol, o executivo informou que a frota de Airbus A340-600 não será trazida de volta.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

“Retiramos aviões quadrimotores, imobilizamos toda a frota do A380. Tiramos o A340-600 e não planejamos trazê-lo de volta ao ar”, comentou Carsten Spohr, CEO da Lufthansa.

Mesmo com a aposentadoria dos A340-600, a companhia ainda continua a contar com 17 unidades da variante A340-300, que possuem idade média de 21.3 anos. Além disso, 28 unidades do Boeing 747 continuam na frota, somando um total de 45 quadrijatos, de acordo com dados do Planespotters.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta