Fim do modelo na Europa: Volotea encerra operações com o raro Boeing 717

Foto: LK Spotter ©.

Considerado um dos modelos mais raros e de menos sucesso fabricado pela americana Boeing, o jato 717 encerrou sua história na Europa ontem, 10. A companhia espanhola Volotea realizou as últimas operações com a aeronave.

Sendo a última operadora do Boeing 717 em todo o continente europeu, a empresa o substituirá pelos jatos da família Airbus A320, mais modernos e econômicos. A última operação ligou as cidades italianas de Napoles (NAP) e Palermo (PMO).

Continua após a publicidade

O voo em questão, operado pelo jato de matrícula EI-EWI e numerado V7 1579, partiu da cidade de Napoles às 21:57 e após 40 minutos de voo pousou em Palermo, às 22:36, encerrando uma história de quase uma década da companhia operando o raro modelo.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Foto: FlightRadar24 ©,

Ao longo de sua história, a transportadora espanhola chegou a operar um total de 19 aeronaves do modelo, apesar disso, nove unidades permaneciam na frota, das quais apenas duas estavam ativas até a aposentadoria e encerramento das operações com o jato.

Com isso, nos próximos dias os nove jatos deverão voar para os Estados Unidos, onde serão armazenados em um cemitério de aeronaves em Victorville, no estado da Califórnia.

Foto: David Lee via JetPhotos ©

Com a saída dos Boeings 717 da Volotea, restarão apenas três operadoras do modelo em todo o mundo. A americana Delta é quem possui mais jatos ativos, com 85 unidades, seguida da australiana Qantas Link e da também americana Hawaiian, que contam com 20 e 19 unidades, respectivamente.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta