FedEx aposentará todos os seus jatos MD-10 até 2023

Foto: Steve Rinde © via JetPhotos.

A companhia norte-americana Federal Express, que conta com uma das maiores frotas de aeronaves cargueiras do mundo, deverá em breve aposentar seus trijatos McDonnell Douglas MD-10 restantes.

Não muito comum e com poucas operadoras, a FedEx ainda conta com 17 unidades da rara variante modernizada do clássico Douglas DC-10. Apesar disso, ao longo de sua história, a companhia chegou contar com mais de 90 exemplares, alguns em configuração original DC-10.

Continua após a publicidade

A variação MD-10 em questão, foi criada pela Boeing nos anos 90 e permitia a modernização das aeronaves com as mesmas configurações do McDonnell Douglas MD-11. Com isso, o painel analógico característico foi substituído por telas digitais e eliminada a necessidade de um engenheiro de voo.

Das 17 unidades restantes, 4 aeronaves são da variante MD-10-10 e outras 13 da variante MD-10-30. Ao longo de 2021, 7 jatos serão aposentados, com outros 10 deixando de operar ao longo do ano seguinte.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Foto: Tom Samworth ©.

Ademais, com a saída dos clássicos trijatos da Douglas, a companhia substituirá gradualmente sua frota aposentada por aeronaves Boeing 767 e 777, que demandam menor custo operacional e possuem maior alcance.

“Os cargueiros Boeing 767 e 777 trouxeram maior eficiência e confiabilidade às nossas operações aéreas. O 777, com suas características de enorme alcance, nos permitiu oferecer tempos de trânsito mais rápidos ao redor do mundo”, disse David L. Cunningham, presidente da FedEx.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe um comentário