ANA Holdings registra pior prejuízo em mais de uma década

A ANA Holdings, grupo que controla a principal companhia aérea japonesa All Nippon Airways, divulgou um prejuízo líquido de 2,96 bilhões de dólares durante o período de abril a dezembro de 2020, o pior registrado desde 2009. 

Em comparação com o mesmo período de 2019, quando a empresa obteve lucro líquido de 825 milhões dólares, o recente prejuízo divulgado parece ser a perda mais profunda enfrentada pela companhia desde a crise financeira de 2009.

Continua após a publicidade

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação! 

Para se reestruturar, a ANA continua com a reorganização de sua frota acelerando a retirada dos jatos Boeing 777, destinados a operações de longo curso. Ademais, a empresa já garantiu empréstimos de grandes bancos japoneses.

Junto a isso, os serviços internacionais durante esses oito meses tiveram a receita reduzida em 93,6% para 3,08 bilhões de dólares, em paralelo, o número de passageiros caiu 95,9% em relação ao mesmo período de 2019. Atualmente a companhia conta com 234 aeronaves em sua frota, de acordo com dados do PlaneSpotters.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta