Esquadrão Joker da FAB atinge a marca de 90 mil horas voadas no A-29 Super Tucano

Fotos: Capitão Ranyer e Tenente Renato – 2°/5° GAV

Para comemorar a marca de 90 mil horas voadas no A-29 Super Tucano, o Esquadrão Joker da Força Aérea Brasileira (FAB) aplicou um adesivo comemorativo em uma de suas aeronaves.

Recebida inicialmente na Força Aérea Brasileira (FAB) pelo 2°/5° GAV, em outubro de 2004, a aeronave A-29 Super Tucano passou efetivamente a ser utilizada pela Unidade Aérea na formação operacional dos pilotos de Caça somente no ano seguinte.

Continua após a publicidade

Daquele ano em diante, a aeronave foi a responsável por entregar quase 400 desses pilotos para a FAB, Marinha do Brasil e Forças Aéreas de nações amigas.

Em maio deste ano o Esquadrão atingiu a marca de 90 mil horas voadas, porém, em virtude das restrições impostas pela pandemia, as comemorações foram adiadas para dezembro.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

De acordo com a FAB, o Super Tucano conta com uma interface homem-máquina avançada, modernos e precisos sistemas de emprego do armamento e navegação, que desenvolvem competências necessárias para atuar em complexos cenários e em modernas aeronaves de combate, como o A-1M, F-5EM e o F-39E Gripen.

A arte do adesivo foi concebida por pilotos do Esquadrão Joker e procurou reconhecer os principais símbolos que identificam a rotina no 2°/5° GAV. O fundo vermelho com as margens verde e amarelas são as cores predominantes no seu Distintivo de Organização Militar, uma alusão ao sangue derramado nos céus da Itália pelos pioneiros da Aviação de Caça Brasileira, durante a Segunda Guerra Mundial.

O avestruz reproduz a imagem do instrutor transmitindo os ensinamentos ao aluno, na figura do pinguim, representando a principal missão da Unidade Aérea. As esquadrilhas de voo são simbolizadas pelos naipes de jogos de cartas e há, por fim, a inscrição relativa à marca de 90 mil horas de voo na aeronave.

“As marcas atingidas por uma Unidade Aérea, em qualquer aviação, representam todo esforço sinérgico dos seus integrantes em busca do cumprimento da sua missão fim, manutenção operacional e do aperfeiçoamento da sua doutrina ao longo dos anos”, ressaltou o Comandante do Esquadrão Joker, Tenente-Coronel Pimentel.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta