AirBaltic aposenta seu último jato Boeing 737-300

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)
Foto: Milan Cibulka © Jetphotos.com

Na manhã desta quinta-feira (17), a AirBaltic, companhia com sede na Letônia, se despediu de seu último Boeing 737-300, que estava estocado em decorrência da pandemia na cidade de Riga (RIX), desde o dia 16 de março de 2020.

Desde 2003, a companhia aérea letã operou ao todo, 20 unidades do jato bimotor fabricado pela Boeing. Após 17 anos, a empresa encerra suas operações com o clássico americano, que dará lugar à aeronaves mais novas e eficientes.

Continua após a publicidade

Matrículado como YL-BBX, o bimotor de corredor único partiu de Riga (RIX) as 9h50 e após 1h20 de voo, a aeronave pousou em Ostrava (OSR), aeroporto na República Checa.

Com o ótimo desempenho dos Airbus A220, a companhia lançadora do modelo decidiu operar somente o mesmo tipo de aeronave, o que só foi possível com sua drástica redução no começo de 2020.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta