LATAM espera sair da recuperação judicial em 2021

Definitivamente este ano ficará marcado na história da aviação. A pandemia mudou a dinâmica do mercado de maneira abrupta. Companhias aéreas em todo o mundo tiveram que se adaptar à nova realidade para garantir sua sobrevivência à longo prazo.

Com isso, o LATAM Airlines Group, maior grupo de aviação da América Latina, recorreu em maio a um pedido de recuperação judicial, mediante Chapter 11 nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

A decisão em questão, foi resultado das grandes dificuldades enfrentadas em meio a pandemia, que afetou fortemente o setor aeronáutico. O processo é semelhante a de Recuperação Judicial no Brasil e envolve a reorganização dos negócios, dívidas e ativos de determinada empresa.

Conforme dito por Roberto Alvo, CEO do Grupo LATAM Airlines, é esperado que a empresa saia de sua reorganização no Chapter 11 durante o segundo semestre de 2021.

Além disso, o executivo ainda ressaltou que a companhia sairá com uma estrutura de custos competitiva, semelhante a de suas principais concorrentes no Chile, as companhias de baixo custo JetSMART e SKY.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

De acordo com resultados divulgados em novembro, o Grupo LATAM fechou o terceiro trimestre com mais de US$ 3,3 bilhões para enfrentamento da pandemia. Sendo assim, o valor é a soma de US$ 866 milhões de caixa e também US$ 2,45 milhões em empréstimos para serem usados no Chapter 11.

Ademais, em relação ao resultado financeiro, o prejuízo operacional da LATAM totalizou US$ 564,7 milhões no terceiro trimestre de 2020, enquanto o resultado líquido totalizou um prejuízo de US$ 573,1 milhões.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta