JetSMART obtém certificação de biossegurança e inicia vendas de passagens para o Brasil

A JetSMART, tornou-se a primeira companhia aérea chilena a obter a certificação de seus protocolos sanitários contra a pandemia em uma entidade independente. Este selo foi concedido em outubro pela empresa chilena IRAM, que tem mais de 85 anos de experiência sendo membro de várias organizações internacionais de padronização e certificação. Como a Organização Internacional de Normalização (ISO, sigla em inglês).

A conquista do “Selo IRAM de Protocolo da Pandemia” consistiu em um processo de análise das etapas de biossegurança documentadas pela companhia aérea. Bem como a realização in loco de auditorias de certificação de todo o processo de viagem, tanto no aeroporto como em vários voos. Assim, verificou-se o cumprimento irrestrito de todos os protocolos de biossegurança detalhados no “Compromisso SMART”.

Continua após a publicidade

Algumas das ações desse protocolo são: aferir a temperatura corporal no aeroporto para evitar a entrada de passageiros com febre; embarque sem contato; parceria com a Cruz Vermelha para realização de palestras preventivas a bordo; venda de alimentos a bordo por meio de menu eletrônico para download em dispositivos móveis utilizando um código QR; e um novo padrão dos procedimentos de embarque e desembarque, garantindo assim maior distanciamento social entre as pessoas. 

A JetSmart implementou a higienização da aeronave, que é realizada após cada voo e a limpeza profunda diária feita com pistolas eletrostáticas. Que permitem melhor aderência dos produtos de limpeza, assegurando portanto uma aplicação total nas superfícies da cabine da aeronave e uma ação desinfetante de longa duração. 

Com uma frota composta por Airbus A320, a JetSMART está operando 15 destinos chilenos nas cidades de Santiago, Arica, Iquique, Antofagasta, Calama, Copiapó, La Serena, Concepción, Temuco, Valdivia, Puerto Montt, Chiloé, Balmaceda, Punta Arenas e Puerto Natales.

Seus voos internacionais estão sendo retomados gradualmente. A companhia voltou a ligar Santiago à Bogotá e Cali, na Colômbia; Lima, Arequipa e Trujillo, no Peru; juntamente com o lançamento de suas novas rotas a partir da base operacional de Antofagasta para Bogotá e Cali.

Para o Brasil antes da pandemia a empresa prestava voos regulares para Salvador (SSA), Foz do Iguaçu (IGU) e São Paulo (GRU). Entretanto, já estão disponíveis vendas de passagens no site da companhia somente para Foz do Iguaçu com retorno programado para 29 de dezembro. Já para a capital baiana os voos estão disponíveis a partir de 30 de dezembro. Para São Paulo ainda não tem data programada para seu retorno.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta