GOL voltará a operar comercialmente com o Boeing 737 MAX nas próximas semanas

Após quase dois anos desde a paralisação total das operações com o modelo, um dos Boeings 737 MAX 8 da GOL decolou hoje, 26, do aeroporto de Confins (CNF). O voo técnico, não teve a presença de passageiros, apenas contou com representantes da ANAC e da Boeing a bordo (clique aqui para saber mais).

De acordo com a companhia, por deliberação própria e em linha com sua cultura de excelência em segurança, a empresa optou por exceder aos requisitos regulatórios e realizará múltiplos voos técnicos adicionais ao recomendado.

Continua após a publicidade

Além disso, a GOL indicou também que o retorno do Boeing 737 MAX 8 à operação de voos comerciais de passageiros ocorrerá de forma progressiva ao longo das próximas semanas.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Na operação de hoje, o jato de matricula PR-XMA foi comandado por pilotos da empresa recentemente treinados nos Estados Unidos, sendo esse o primeiro exemplar do 737 MAX recebido pela GOL, em 2018. A partir de agora, a companhia espera concluir as modificações necessárias em 30 dias para todos os sete jatos que encontram-se em Confins.

Com isso, a GOL ressaltou que, nos próximos dias, serão realizados voos técnicos sem a presença de passageiros com cada uma das aeronaves que atualmente compõem sua frota.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta