FAB conclui modernização de todos os caças F-5

Fotos: Sargento Souza Ramos/PAMA-SP

A Força Aérea Brasileira (FAB), em parceria com a Embraer concluiu na última semana a modernização de todos os caças F-5.

A última aeronave (matrícula FAB4810) que passou pelo processo de modernização já foi liberada para operar no Esquadrão Pampa (1º/14º GAV), localizado na Ala 3, em Canoas (RS), após completar o processo de recebimento em Gavião Peixoto (SP).

Continua após a publicidade

Durante o processo de recebimento, militares da Subdivisão de Controle do Parque de Material Aeronáutico de São Paulo (PAMA-SP) cumpriram inspeções visuais e ensaios de solo, cuja finalidade foi a verificação do correto funcionamento dos sistemas embarcados no ensaio de pista.

Posteriormente, a aeronave foi liberada para voos de ensaio, que foram realizados pelo Major Aviador Thiago Scavacin e os engenheiros Major Alan Fonseca Uehara e o Tenente Matheus Pacheco Guanabara Santiago, que fazem parte do Instituto de Pesquisas e Ensaio em Voo (IPEV).

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

“Com a entrega da última aeronave modernizada, toda a frota de F-5 do Brasil passou a contar com aviônicos e armamentos de última geração. Essa tecnologia avançada, associada a uma plataforma aérea confiável e de alta performance, possibilitará uma maior eficiência na missão de defesa do espaço aéreo brasileiro, garantindo a soberania nos céus do Brasil”, destacou o Tenente-Coronel Reis.

De acordo com a FAB, o F-5 é um caça supersônico ágil, altamente manobrável e confiável, combinando design aerodinâmico avançado e ótima relação empuxo/peso fornecida pelos dois motores J85 fabricados pela General Electric.

As primeiras unidades do jato foram recebidas na década de 70 e desde então as versões ‘E’ que remanesceram na frota da Força Aérea passaram por modernizações. No total foram modernizadas 49 aeronaves que hoje integram os diversos Esquadrões da FAB.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta