COMAC espera que seu jato seja certificado em 2021

Apesar do atraso no cronograma, a fabricante estatal chinesa COMAC se mostra confiante na certificação de seu jato C919. A empresa acredita que a Administração de Aviação Civil da China (CAAC) certifique a aeronave até o fim do ano que vem.

O C919 promete ser o concorrente direto do Airbus A320 e do Boeing 737 e até o momento a Ryanair é a única companhia aérea não-chinesa interessada no modelo. Dependendo da configuração interna, o jato pode levar entre 158 e 168 passageiros, possuindo um alcance de de até 5555 km.

Continua após a publicidade

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Conforme dito anteriormente, o programa do C919 sofreu constantes atrasos, todos em decorrência de erros da própria COMAC. Como exemplo, os engenheiros enviaram cálculos de engenharia com dados errados para a CFM International, responsável pela produção dos motores do avião.

Além disso, a COMAC teria encontrado rachaduras em algumas superfícies de voo das primeiras aeronaves construídas. O jato já está em desenvolvimento há mais de 10 anos.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta