Clássico avião Douglas DC-3 está a venda no Brasil

Foto: Trade-A-Plane.

Um raro exemplar de um dos aviões de maior sucesso aviação está a venda no Brasil, trata-se do Douglas DC-3 de matrícula PP-VBN. A aeronave é a única no país em condições de voo, que vem sendo restaurada por seu atual proprietário.

De acordo com o site Trade-A-Plane, a clássica aeronave deixou os Estados Unidos em 1945 com um número de série militar, porém, passou toda sua vida de serviço no registro civil brasileiro. O site descreve a aeronave como “única”, dada sua situação atual impecável.

Continua após a publicidade

Conforme citado no anúncio, o atual proprietário investiu de forma notável no cuidado, restauração e manutenção do raro exemplar, fabricado em 1943.

Atual hangar onde o DC-3 respousa. Foto: Trade-A-Plane.

Atualmente, o DC-3 encontra-se localizado em um aeródromo privado na cidade de Mococa, estado de São Paulo. A aeronave não opera desde a instalação dos atuais novos motores, revisados e instalados por uma equipe de técnicos americanos.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Apesar da homenagem, o DC-3 nunca voou na Varig

PP-VBN - Douglas DC-3 - Aero Club do Rio Grande do Sul
Aeronave quando pertencia ao Aeroclube do Rio Grande do Sul. Foto por Marcelo Magalhães © Via Jetphotos.com

No Brasil, voou inicialmente pela FAB, tendo sido entregue em 1945 com a matrícula FAB-09, posteriormente designado FAB 2017, sendo retirado de serviço e vendido à VOTEC em 1978, recebendo a matrícula PT-KZG.

Alguns anos depois, em 1986, a clássica aeronave foi vendida para a Royal Taxi Aéreo, sediada em Belém, no estado do Pará. Após ser arrendado a uma companhia da Bolívia, o avião ficou abandonado até ser adquirido pela Wee Air em 1996, onde ficou armazenado no Aeroporto de Blumenau, em Santa Catarina.

Já em 1997, a aeronave foi adquirida por um grupo de entusiastas da aviação e doado ao Aeroclube do Rio Grande do Sul, onde recebeu a matrícula PP-VBN, homenageando a companhia pioneira “nascida” no estado. O DC-3 foi amplamente utilizado pelo aeroclube em demonstrações aéreas e voos panorâmicos.

Desde 2007, quando foi adquirido por seu atual proprietário, o Victor Bravo November segue repousando em um aeródromo privado na cidade de Mococa, estado de São Paulo, conforme citado acima. A aeronave que antigamente possuía a configuração militar C-47, com porta de carga, foi convertida a DC-3 de passageiros, retirando a mesma.

Quem será o novo dono dessa ave rara?

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta