Boeing 737 cargueiro que operou no Brasil voará pela Força Aérea Peruana

Guilherme Dotto

A Força Aérea Peruana anunciou que incorporará mais uma aeronave em sua frota, desta vez, um Boeing 737-400SF, fabricado em 1992. O jato adquirido será a décima quarta unidade do esquadrão número 8.

Em março de 1992, o Boeing 737-400 foi entregue a Royal Air Maroc (RAM), onde voou até 2012, ano em que foi convertido a cargueiro, e voou com a matrícula N526TP.

Continua após a publicidade

Em junho do ano seguinte, foi adquirido pela Colt Cargo, nova empresa cargueira no Brasil e teve sua matrícula alterada para PR-IOY. O bimotor cargueiro voou pela empresa até novembro de 2016, quando foi estocado no pátio da Base Aérea de São Paulo, localizada no aeroporto internacional de Guarulhos.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Parada até fevereiro de 2017, a aeronave foi trasladada para Miami, em voo de devolução ao seu dono. Ainda em 2017, o Boeing foi arrendado para a empresa colombiana Aer Caribe, e mais uma vez teve a matrícula alterada. Assim, esta foi a última companhia aérea comercial em que operou o HK-5228.

A nova aquisição da Força Aérea do Peru deverá ser entregue entre o final de 2020 e as primeiras semanas de 2021, e se juntará as outras aeronaves de seu esquadrão.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta