Azul tem prejuízo de R$1,2 bi no terceiro trimestre

A companhia Azul divulgou na manhã desta segunda-feira (16) seu resultado financeiro do terceiro trimestre de 2020. De acordo com a companhia, excluindo a variação cambial e marcação a mercado, foi de R$1,2 bilhão.

Entretanto, a receita operacional se comparada ao segundo trimestre, teve um aumento de 100,5%, totalizando R$805,3 milhões. Já o seu caixa, foi encerrado o mês de setembro com R$2,3 bilhões.

Continua após a publicidade

No dia 2 de outubro, a Azul concluiu com sucesso a venda da sua articipação acionária na TAP como parte do esforço de reestruturação da companhia aérea portuguesa liderado pelo governo local, captando cerca de R$ 70 milhões. Desde o fim do terceiro trimestre, a Azul também concluiu as negociações com diversos parceiros financeiros para postergação e alongamento dos prazos de pagamento de algumas de suas dívidas de curto prazo, no valor total de R$657 milhões.

Em 12 de novembro, a Azul concluiu com sucesso sua oferta pública de debêntures conversíveis no Brasil de mais de R$1,7 bilhão, com juros de 6% e prêmio de conversão de 27,5%. A Companhia espera utilizar tais recursos para capital de giro, expansão de suas atividades de logística e outras
oportunidades estratégicas que possam vir a surgir.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta