Após 20 meses, Boeing 737 MAX decola pela primeira vez no Brasil

CNF ao vivo – Na tarde desta quinta-feira (26), decolou pela primeira vez, em praticamente 20 meses, o Boeing 737 MAX no Brasil. O jato recebeu a recertificação pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) ontem (25).

Para este voo, foi utilizado o PR-XMA, primeiro exemplar recebido pela GOL, em 2018. A partir de agora, a companhia espera concluir as modificações necessárias em 30 dias para todos os sete jatos que encontram-se em Confins. O voo foi local, não tendo presença de passageiros.

Desde abril de 2019, quando a Boeing iniciou as atividades para recertificação das modificações propostas, a ANAC vem dedicando esforços para o retorno seguro das operações do Boeing 737 MAX no Brasil. Ao todo, cerca de 20 profissionais da Agência, dentre engenheiros(as) de diversas especialidades e pilotos, inclusive de ensaio de voo, participaram desse processo.

Continua após a publicidade


Ressaltando a importância da coordenação entre as autoridades do CMT para o desenvolvimento dessa atividade de recertificação, o superintendente de Aeronavegabilidade da ANAC, Roberto Honorato, afirma que “essa avaliação minuciosa do sistema de controle de voo é um registro sem precedentes na história da aviação”. 

Além disso, “as modificações e procedimentos revisados fornecem total confiança para a retomada das operações do Boeing 737 MAX no Brasil”, destaca Honorato.


A implementação de outras melhorias, não condicionantes para o retorno do Boeing 737-8 MAX às operações, permanecem em andamento com o objetivo de continuar aprimorando a utilização do modelo de aeronave e suas funcionalidades.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta