LATAM Brasil avalia transferir operações de passageiros para a ABSA

Guilherme Dotto

O grupo LATAM apresentou na quarta-feira (14) em reunião com seus funcionários, que estuda transferir suas operações de passageiros no Brasil para sua subsidiária no país, a Aerolinhas Brasileiras S/A (ABSA Cargo), em uma tentativa de reduzir os custos com a folha de pagamentos de seus tripulantes.

O plano apresentado não foi bem recebido pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), em um momento em que a companhia tenta negociar um acordo coletivo de reduzir salário de funcionários. O projeto do grupo está sendo conciliado como um “Plano B”, caso não haja um acordo com o Sindicato.

Continua após a publicidade

A ABSA Cargo é uma empresa pertencente à LATAM Chile, operando sob o nome fantasia de Lan Cargo, e com o plano apresentado, o CNPJ permaneceria o mesmo e que não haveria prejuízo no andamento da recuperação judicial que acontece na justiça norte americana.

O Sindicato dos Aeronautas considerou o plano da nova empresa como uma atitude para burlar a ação trabalhista, e que com isso, podendo prejudicar o processo de recuperação judicial da companhia devido a enorme dívida que seria criada.

Em recuperação judicial desde maio, o grupo LATAM pussui dívidas que somam US$ 18 bilhões. Além disso, devido à pandemia, divisão brasileira da empresa retomou menos de 45% dos voos domésticos que operava antes da crise. E nos voos internacionais, somente 5% dos voos foram retomados.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta