GOL supera este mês a quantidade de voos que possuía 15 anos atrás

Em 05 de outubro de 2005, a GOL comemorava a abertura da nova base na Paraíba, Campina Grande. O novo voo, era operado seis vezes por semana, partindo de São Paulo (GRU) com escala no Recife (REC). Este portanto, seria o 44º destino da companhia, com 390 voos diários, até aquele ano.

O ritmo de crescimento continuou, e com a incorporação da VARIG e Webjet anos mais tarde, permitiram que a GOL fosse a maior companhia aérea brasileira em quantidade de passageiros transportados no mercado doméstico.

Continua após a publicidade

Entretanto esta conquista, foi válida até março deste ano, antes da pandemia iniciar no Brasil. Forçando não somente a GOL, mas todas as companhias no mundo todo verem suas operações sendo reduzidas. No Brasil, a GOL chegou a operar 50 voos diários no mês de abril, contra os mais de 800 que tinha antes da pandemia.

Hoje, exatamente quinze anos depois, a companhia vem recuperando consideravelmente sua malha doméstica. Em outubro, a companhia pode superar a média de 400 voos diários, aproximadamente a metade que possuía antes da pandemia.

A GOL também vem recuperando a reabertura de voos importantes. Somente neste mes, cinco rotas serão retomadas, todas saindo de São Paulo (CGH). Sendo Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Navegantes e Rio de Janeiro (GIG) como os destinos atendidos a partir do aeroporto central paulista.

A expectativa da companhia, de acordo com os resultados financeiros do 2º trimestre, é que encerre o mês de dezembro com aproximadamente 80% da malha doméstica que possuía anteriormente.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta