Estados Unidos tem maior movimento diário de passageiros desde março

Últimos posts por Raphael Magalhães (exibir todos)

A pandemia fez com que o fluxo de pessoas nos aeroportos do mundo todo despencasse. O impacto, principalmente no primeiro semestre, foi sentido nos quatro cantos do planeta, tornando-se um grande entrave no setor.

Com o passar dos meses, a aviação vem se adaptando e reagindo à nova realidade. Países como China e Rússia conseguiram recuperar boa parte dos números de tráfego doméstico, acendendo uma luz no fim do túnel para este ano tão complicado para o mercado.

Continua após a publicidade

Apesar disso, os Estados Unidos vem patinando na recuperação de demanda, uma vez que este é um dos países mais afetados pela pandemia. O crescimento do número de voos ainda acontece de forma gradual, no aguardo da liberação da vacina para a população em geral.

Entretanto, a Administração de Segurança de Transporte (TSA), anunciou que ontem (18) foram processados mais de 1 milhão de passageiros em todos os aeroportos do país. Apesar de ser apenas 40% do equivalente ao ano passado, este é o maior movimento registrado desde 17 de Março. Nesse período, o impacto da pandemia começou a ser sentido de forma mais intensa.

Para efeitos de comparação, no dia 14 de Abril foram processados apenas 87.534 passageiros em todos os aeroportos dos Estados Unidos, frente aos 1.031.505 registrados ontem.

Além disso, a agência também informou que na semana de 12 a 18 de outubro processou um número recorde de passageiros. No total, foram mais de 6.1 milhões de pessoas, representando o maior volume semanal desde o início da pandemia.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta