CEO da Qatar estima um futuro com colapsos em companhias aéreas

Guilherme Dotto
Últimos posts por Guilherme Dotto (exibir todos)

O CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker anunciou não estar confiante com o futuro das companhias aéreas, atentando-se a futuros colapsos ao redor do mundo.

Em entrevista a CNBC, Al Baker afirmou que nenhuma companhia aérea tem o pior atrás de si, mas que em breve, haverõ resgates e falências pelo mundo.

Continua após a publicidade

Com o colapso nas companhias, o líder da Qatar antecipou que haverá um aumento de monopólios, o que prejudica os passageiros.

Anteriormente, a Qatar Airways relatou um prejuízo líquido histórico de US$ 1,92 bilhão para o ano fiscal de 2019-2020, devido à desaceleração econômica da pandemia desde março de 2020.

No Qatar, uma crise diplomática ocorre desde 2017, então, a companhia recebeu US$ 2 bilhões em auxílio, para evitar o prejuízo.

Portanto, Al Baker espera também que as diminuições das restrições continuem e que os voos sigam a todo vapor, pois todos os países dependem das transportadoras nacionais para atender aos interesses econômicos do país, e tendo assim, apoio governamental.

Por fim, a IATA, The International Air Transport Association reforçou que não antecipou o retorno das viagens aéreas internacionais aos níveis pré-pandêmicos até antes de 2024.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta