Azul implementa nova tecnologia para embarque em Confins

CNF ao vivo – A Azul, em parceria com a BH Airport, concessionária de Confins (CNF), implementaram oficialmente ontem (20) no aeroporto mineiro um novo método de embarque, que visa mais agilidade e evita aglomerações.

O funcionamento

O novo sistema, denominado Tapete Azul, é composto por um conjunto de projetores e monitores, que, por meio de realidade aumentada, indicam aos passageiros o momento certo de embarcar.

Continua após a publicidade

No chão, os projetores formam um tapete virtual colorido e móvel, enquanto os passageiros aguardam o momento que o número de seu assento apareça no marcador, convidando o mesmo a se posicionar na fila.

Além disso, os números das fileiras não seguem uma sequência crescente ou decrescente: os projetores mostram os números dos assentos com diferenças entre duas a três fileiras, evitando assim aglomerações dentro da aeronave.

Além de ser utilizado no embarque, o Tapete Azul também orienta os passageiros no desembarque, apontando a direção que devem seguir para desembarcar.

De acordo com a Azul, a inovação vem proporcionando uma diminuição de cerca de 25% no tempo em que uma pessoa leva entre embarcar e sentar dentro do avião.

Durante outubro, mês de conscientização do Outubro Rosa, a companhia substituiu a cor azul do “tapete” pela cor rosa.

Além de Confins, aeroportos como Recife (REC), Goiânia (GYN), Campinas (VCP), Florianópolis (FLN), Vitória (VIX), Congonhas (CGH), Santos Dumont (SDU) e mais outros 13 também contam com o novo método de embarque.

Novo método para despacho de bagagem

Outra novidade implementada pela Azul em CNF são as bancadas de autoatendimento para despacho de bagagem. Com o serviço, assim que for realizado o check-in no aplicativo, o passageiro poderá se dirigir a uma das bancadas digitais disponíveis, apontar o código QR para a tela do tablet que, ao reconhecê-lo, imprimirá automaticamente a etiqueta de bagagem.

De acordo com Giuliano Podalka, gerente de projetos especiais da Azul, o novo método para despacho de bagagem já está presente em 23 aeroportos brasileiros.

Além de reduzir o tempo de check-in, reduziu a quantidade de papel utilizado, eliminou a necessidade de tocar na tela e o sistema é operado offline, ou seja, não depende mais da utilização de internet, que antes era fornecida pelo aeroporto.

Para mais conteúdo sobre aviação, acesse aqui o site do Contato Radar.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta