Avianca enfrenta problemas para obter empréstimo estatal

avianca b787

Em mais um capítulo da novela que envolve a companhia mais antiga das américas, a Justiça colombiana ainda está bloqueando o empréstimo estatal de $370 milhões de dólares destinado à Avianca. O apoio do governo ajudaria na reestruturação da empresa.

Conforme noticiado pelo Contato Radar, a companhia solicitou no mês passado, ajuda para continuar operando, pois sem a injeção de capital as operações e os empregos estariam em risco.

Continua após a publicidade

Com isso, após o bloqueio do valor que seria repassado para a empresa, a Avianca Colômbia ficou em situação mais delicada. O impedimento veio após uma ação movida por um cidadão colombiano, que alegou o uso irresponsável de recursos públicos.

A companhia em resposta ao recurso, informou que caso não recebesse novos recursos, sua liquidez sofreria uma redução maior, o que tornaria a operação inviável. Apesar disso, a justiça não foi convencida a liberar o aporte.

Mesmo após o recurso movido pela Avianca e pelo governo colombiano, o empréstimo permaneceu bloqueado. O tribunal responsável pelo caso afirmou que o aporte não cumpriu os requisitos da lei durante a atual pandemia.

A Avianca, uma das companhias aéreas mais antigas no mundo, solicitou recuperação judicial, aderindo ao Chapter 11 em maio deste ano. O objetivo é conseguir se reorganizar diante da atual crise.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta