VoePass/MAP perde 6 slots de Congonhas

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta terça-feira (1º) que a MAP Linhas Aéreas perdeu 6 slots em Congonhas (CGH). O aeroporto paulistano é o mais disputado no país para as companhias conseguirem os slots, que são os horários de pouso e decolagem.

Conforme comunicado da Agência, os slots serão retirados da MAP no período de inverno IATA de 2020. Que corresponde o período entre os meses de outubro de 2020 a março de 2021.

Após a MAP conseguir os slots em Congonhas, a Passaredo adquiriu a companhia amazonense, transformando ambas as marcas em VoePass. O processo de fusão ainda está acontecendo, entretanto ambas companhias já compartilham os aviões e funcionários.

De acordo com a ANAC, os seus diretores aplicaram os critérios previstos na Resolução 338/2014, que prevê pelo menos 90% de regularidade no uso dos slots. A falta de regularidade, não mencionada na decisão, subentende-se que foi no inverno IATA de 2019, já que diante da pandemia, as companhias foram isentas de cumprir a Resolução.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta