T-27 Tucano completa 37 anos em operação na Força Aérea Brasileira

Em 29 de setembro de 1983 acontecia a entrega da primeira unidade do Embraer 312, também conhecido como T-27 Tucano, para a Força Aérea Brasileira (FAB).

Coube ao Major Brigadeiro Lauro Ney Menezes (Diretor do Centro Técnico de Aeronáutica) e pelo Tenente Brigadeiro Délio Jardim de Matos (Ministro da Aeronáutica) trasladar a aeronave até a Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga.

Continua após a publicidade
A primeira unidade recebida foi o FAB1303. Foto: FAB

Na mesma missão também chegou mais um exemplar para a instrução (FAB1304) e outros quatro destinados à Esquadrilha da Fumaça (FAB1305 ao 1308), que pousaram no Setor Oeste da AFA.

Ficou a cargo da Academia elaborar manuais de voo, procedimentos e emergências. Foto: FAB

Reconhecido por inúmeras Forças Aéreas, o T-27 Tucano destaca-se pelas seguintes características: trens de pouso retráteis, assentos em tandem (um à frente do outro, sendo o de trás mais alto), pontos para utilização de armamento e assentos ejetáveis.

Além disso, possui grande autonomia de voo (quatro horas e meia apenas com o tanque interno), robustez, comandos precisos, boa margem de manobra mesmo à baixa altitude, confiabilidade, visibilidade e capacidade de voo em diferentes condições climáticas.

Desenvolvido em parceria entre Embraer e FAB, a aeronave foi criada para substituir os Cessna T-37C, que teve sua fabricação descontinuada e era empregado nos treinamentos de novos cadetes.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta