South African Airways suspende todas as operações

A situação da companhia aérea estatal sul africana já era delicada antes da pandemia. Desde 2011 a South African Airways não registra lucro, dependendo de aportes do governo do país para subsidiar toda a sua estrutura e continuar voando.

Com isso, a South African suspendeu todas as suas operações por conta dificuldades financeiras, após não ter obtido sucesso em seu plano de salvamento, que envolvia um financiamento de 10 mil milhões de rands.

Continua após a publicidade

Após enfrentar diversas alegações de corrupção e má gestão, a companhia entrou em um processo de proteção contra falências em dezembro do ano passado, além de liquidez. Apesar disso, não foi possível reunir o dinheiro necessário para aplicar um plano de salvamento.

Todos os voos regulares de carga e repatriação já programados serão cumpridos, porém, não serão aceites novos voos durante a suspensão. Além da própria SAA, a medida afetará três das filiais da companhia aérea, incluindo a companhia aérea de baixo custo Mango.

Com previsão de reabertura das fronteiras na próxima quinta-feira, a suspensão vem em um momento em que a companhia poderia voltar a realizar algumas operações.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta