LATAM comunica alteração de acordo de financiamento para Recuperação Judicial

Após ter seu planejamento de financiamento recusado pela corte americana de sua recuperação judicial no Estados Unidos, o Chapter 11, a LATAM comunicou hoje alteração no acordo.

“A LATAM Airlines Group S.A. informa, por meio de fato relevante, que apresentou ao Tribunal do Distrito Sul de Nova York uma proposta modificada do financiamento DIP (debtor in possession na sigla em inglês), que permite que o Grupo tenha acesso aos US$ 2,45 bilhões necessários para enfrentar os impactos causados pela pandemia de COVID-19.

Continua após a publicidade

A proposta apresentada pela LATAM não contempla a opção de conversibilidade da Tranche C, respondendo à objeção do honorável juíz James L. Garrity Jr. Além disso, a proposta incorpora os principais interessados em participar do financiamento do Grupo.

Os termos da proposta mantém, em essência, a estrutura original de financiamento DIP. As principais mudanças são:

  • A tranche A, no valor de até US$ 1.3 bilhão, continuará a ser liderada pela Oaktree Capital Management, L.P. que contribuirá com US$ 1.125 bilhão, enquanto a Knighthead Capital participará com US$ 175 milhões.
  • A tranche C, no valor de até US$ 1.150 bilhão, será composta por US$ 750 milhões fornecidos pela Qatar Airways e pelos Grupos Cueto e Eblen, US$ 250 milhões pela Knighthead Capital e, além disso, há a inclusão da participação de acionistas minoritários da LATAM por até US$ 150 milhões. Caso esse valor não seja atingido, o diferencial será fornecido pelos credores da Tranche C.

A LATAM está aguardando determinação do Tribunal em relação à proposta de financiamento DIP modificada.”

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta