GRU Airport passa a contar com produção de testes PCR

Como novidade inédita no Brasil, o principal aeroporto do país passa a contar com produção de testes RT-PCR através de um laboratório remoto instalado no Terminal 3. A iniciativa, é fundamental para os passageiros, já que diversos países estão pedindo o teste para entrada durante a imigração.

Com funcionamento 24h por dia, 7 dias na semana, o laboratório será capaz de divulgar o resultado em até apenas 4 horas. O exame oferecido, homologado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é a RT-PCR: um teste molecular que detecta o vírus através da análise de uma amostra de secreção nasal e da orofaringe, coletadas por meio de um swab.

“A iniciativa é mais uma facilidade e alternativa que o GRU Airport disponibiliza aos seus passageiros, principalmente, aos que têm destinos internacionais. O teste RT-PCR é, atualmente, exigido para entrada em diversos países e, agora, sem que seja necessário sair do Aeroporto, o solicitante terá o resultado emitido em poucas horas”, destaca Gustavo Figueiredo, presidente da GRU Airport.

“O exame vai permitir uma retomada gradual e com segurança das pessoas. A nossa equipe, que conta com o bioquímico, Dr. Carlos Santos, especialista em análises moleculares há mais de 30 anos, desenvolveu um protocolo baseado nas publicações do Centro Americano de Controle e Prevenção de Doenças, possibilitando trazer maior comodidade e agilidade para a realização da RT-PCR. Outro ponto fundamental é o laudo que sai em até 4 horas, representando um fato inédito e de grande orgulho para o laboratório”, finaliza Dr. Rene Pimenta, fundador do Grupo CR Diagnósticos.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta