GOL planeja receber novos 737 MAX em 2021 e mais NG ainda esse ano

Conforme publicado pelo Airfinance Journal, a GOL receberá novos Boeing 737 MAX no ano que vem. Embora tenha postergado 47 entregas do novo jato entre os anos de 2020 e 2022.

A informação foi dada pelo Diretor Financeiro da companhia, Richard Lark. A expectativa é que termine o ano de 2021 com 15 737 MAX contra os atuais sete que estão estocados desde março do ano passado em Confins (CNF). Segundo Lark, a GOL não tem nenhuma obrigação de receber novos 737 MAX até 2022. Entretanto os novos recebimentos fazem parte de acordos já assinados com parceiros de leasing antes da pandemia.

Continua após a publicidade

As principais autoridades aeronáuticas do mundo, como a FAA e EASA, do Estados Unidos e Europa, respectivamente, já estão em etapas avançadas para a recertificação do modelo. A brasileira ANAC também está em estudos para viabilidade do retorno do MAX no país.

Outro ponto abordado pelo executivo da GOL, é em relação a frota de 737 Next Generation. De acordo com Lark, a intenção da companhia é encerrar o ano com 124 jatos. Porém com o recebimento de outros três 737 NG ainda em 2020. Sendo um da versão 700, procedente da Aeromexico, e outros dois da versão 800, da JetAirways.

No Brasil, receberão as matrículas PR-GEU, PR-GZO e PR-GZX. O PR-GZO já encontra-se no Centro de Manutenção da companhia em Confins desde dezembro. Porém em virtude da pandemia, não foi incorporado ainda à frota, não recebendo nem pintura e nem padronização.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta