Emirates já reembolsou quase 1,5 bilhão de dólares na pandemia

A Emirates é reconhecida internacionalmente por satisfazer os clientes com alto padrão de qualidade muito antes da pandemia. Aeronaves com conforto, alto padrão de serviço de bordo são algumas marcas da companhia árabe.

Entretanto, outra marca que estão batalhando é pela satisfação durante a pandemia em relação aos reembolsos de passagens. Diversas companhias aéreas em todo o mundo, inclusive no Brasil, contaram com ajudas de seus respectivos governos, para postergar o prazo de reembolso de passagens.

Durante a pandemia, a Emirates já reembolsou até o momento, US$ 1,4 bilhão, de mais de um milhão de pedidos. Correspondendo assim, a 90% dos pedidos totais.

“Entendemos que, do ponto de vista dos nossos clientes, é inaceitável ter solicitações de reembolso pendentes. Por isso, estamos empenhados em processar todos os reembolsos, tentando ao máximo eliminar o número alto e inédito de pendências causado pela pandemia. A maioria dos casos é simples e será processada rapidamente. Mas outros casos levarão um pouco mais de tempo para que nossas equipes de clientes analisem e concluam o processo manualmente. Agradecemos a paciência e compreensão dos nossos clientes.” Afirmou Tim Clark, CEO da Emirates.

“Desde o início da pandemia, a Emirates dedica recursos adicionais para aumentar sua capacidade de processamento. A companhia aérea também continua trabalhando com parceiros do setor para facilitar o reembolso aos clientes que reservaram voos da Emirates por meio de agentes de viagens, permitindo o processamento direto de reembolsos pelo GDS (Global Distribution System).” Informou a companhia em comunicado.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta