Companhia que pertenceu a VASP pode retornar em breve

Em breve os céus do Equador poderão contar com uma marca velha conhecida: a Ecuatoriana. A companhia vem em um momento que pode ser ideal, com diversas aeronaves com leasing acessível, além das companhias Avianca e LATAM que operam no país em dificuldades e em processo de Recuperação Judicial.

A diferença entretanto, está na razão social, que será Ecuatoriana Airlines, invés de Ecuatoriana de Aviación como era antigamente. A companhia pertenceu ao grupo formado pela VASP nos anos 90, tendo como pintura base da brasileira. A Ecuatoriana também operou com McDonnell Douglas DC-10 e Airbus A310 com matrículas brasileiras, para permitir voos internacionais para o Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Um grupo de investidores já estão trabalhando para conseguir o Certificado de Operador Aéreo, para começar os voos domésticos. Em relação a frota, a companhia analisará algumas opções disponíveis no mercado, porém não tem aeronaves da Embraer como uma alternativa. A expectativa é que a nova Ecuatoriana possua 11 rotas e cerca de 70 frequências semanais.

Compartilhe nas redes sociais

Acesse o Fórum Contato Radar para mais informações sobre a aviação no Brasil e no mundo clicando aqui!

Deixe uma resposta